Criando projeto no ambiente de desenvolvimento KDS – Parte 2

Dando continuidade no post “Criando projeto no ambiente de desenvolvimento KDS”, o próximo passo é configurar a chave (SW2) como entrada e os leds RGB como saída. Para isto devemos clicar duas vezes em “Pins1:PinsSettings” no lado esquerdo na parte inferior em “Components => Components”, como mostra a figura abaixo.

Figura 01
Figura 01: Adicionando configurações dos pinos.

Em seguida aparecerá a pagina do “Component Inspector”. Em “View Mode” habilitar “Collapsed” e selecionar a aba “GPIO” . Em “Signals => PTA”, colocar os pinos PTA0, PTA1 e PTA2 como saída em “Direction”.

Figura 02
Figura 02: Conflitos de IOs.

Percebe-se que os pinos PTA0~PTA2 estão em conflitos, logo o primeiro passo será desabilitar os pinos do jtag onde não utilizaremos este recurso neste tutorial. Portanto, devemos clicar duas vezes com o botão direito em “Cpu:MK22FN512VDC12” no lado direito inferior em “Components => Processors” de acordo com a figura e Selecionar “Properties=>Common Settings =>Debug Interface”.

Figura 03
Figura 03: Removendo conflitos de IOs (a).

Veja que os pinos estão habilitados como jtag, desmarque as caixas e o erro de conflitos desapareceram.

Figura 04
Figura 04: Removendo conflitos de IOs (b).

Voltando nas configurações dos pinos os conflitos desapareceram e não há erros em componentes (lado direito canto inferior).

Figura 05
Figura 05: Removido os conflitos de IOs.

O mesmo deve ser feito para o pino PTC1 onde está conectado a chave SW2 e para o pino PTD5 onde está conectado o led azul da freedom board.

Figura 06
Figura 06: Configurando o pino PTC1 como entrada.
Figura 07
Figura 07: Configurando o pino PTD5 como saída.

A seguir devemos adicionar os IOs ao projeto. Portanto, no menu clicar em “Processor Expert” e em seguida “Shows Views”.

Figura 08
Figura 08: Shows Views.

Em seguida aparecerá a seguinte figura abaixo:

Figura 09
Figura 09: Biblioteca de componentes do Processor Expert.

Prosseguindo com o projeto vamos clicar duas vezes em “BitIO” para inserir os LEDs e Chave. Observe que foi adicionado ao projeto “Bit1:BitIO” em “Components” conforme aparece na figura abaixo.

Figura 10
Figura 10: Adcionando o componente BitIO ao projeto.

Em seguida clicar duas vezes em “Bit1:BitIO” em “Components” e então exibirá a página abaixo:

Figura 11
Figura 11: Configurando o pino PTD5 como LedBlue.

Na aba “Component Inspector” selecione o modo “Advanced”.  Nesta aba configuramos o pino de IO do microcontrolador, abaixo segue algumas informações que deve serem configurados:

  • Component name: Colocar o nome desejado do pino. Ex.:LedBlue
  • Pin for I/O: Colocar o pino a ser configurado. Ex.: PTD5
  • Direction: Direção do pino. Ex.: Output
  • Init. Value: Valor inicial do pino. Ex.: Zero (0)

Na  aba “Methods”  devemos infomar quais funções devemos adicionar quando gerado o Processor Expert. No nosso exemplo utilizaremos “ClrVal” e “SetVal”.

  • ClrVal: Envia nível lógico baixo para o pino.
  • SetVal: Envia nível lógico alto para a saída.
Figura 12
Figura 12: Selecionando funções ao projeto.

Para maiores informações sobre as funções geradas dos BitIO podem ser encontradas no Application Note AN4367.

Em seguida deve-se salvar as modificações do projeto “Crtl + S” ou “File => Save”. Oberseve que no canto inferior esquerdo em Components foi alterado o nome do BitIO foi alterado para “LedBlue:BitIO”de acordo com o nome inserido em “Component name”.

Os mesmos passos devem serem feitos para os Leds Red e Green e para a chave SW2 desde a Figura 09. Abaixo segue o exemplo para a chave SW2 com os componentes Leds adicionados  ao projeto.

Figura 13
Figura 13: Confirando o IO chave SW2.

O próximo é gerar o código do Processor Expert. No lado esquerdo na janela “Project Explorer => Switch “, clicar com o botão esquerdo sobre “ProcessorExpert.pe => Generate Processor Expert Code” como mostra a figura abaixo:

Figura 14
Figura 14: Gera código do PE.

Gerando os códigos do Processor Expert.

Figura 15
Figura 15: Gerando código.

Após geração dos códigos do PE, iremos verificar o arquivo “main.c” 

Figura 16
Figura 16: Código gerado pelo PE.

 Observe no arquivo “main.c”  as funções de IOs gerados pelo Processor Expert. A seguir realizaremos o nosso código para ler a chave SW2 e acionar os leds.

<= PARTE 1                                                                                                  PARTE 3=>

Anúncios

2 comentários sobre “Criando projeto no ambiente de desenvolvimento KDS – Parte 2

  1. Pingback: Criando projeto no ambiente de desenvolvimento KDS – Parte 1 | AGE TECHNOLOGY

  2. Pingback: Criando projeto no ambiente de desenvolvimento KDS – Parte 3 | AGE TECHNOLOGY

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s